10.11.10

Continuação da pesquisa para aprimoramento estratégico

Vocês acham que eu estava exagerando, né? Acham sim, eu sei.
Segue-se um diálogo no eme-esse-ene entre mim e um ex-PA, agora convertido em um bom amigo.

Daniela diz:
Vc me acha assustadora?
não... vc me conhece bem, sabe que eu não sou

Ex-PA, bom amigo diz:
não
intimidadora, sim

Daniela diz:
aimeudeus
pq? posso saber?

Ex-PA, bom amigo diz:
bonita
alta
bem vestida
inteligente
e rica*
mais?

Daniela diz:
rs

Ex-PA, bom amigo diz:
so me daria mais medo se tivesse o pau maior que o meu
rs



I rest my case.


* E não sou rica p*rra nenhuma. Sou designer(confundida com profissão fina e cool mas quando eu escolhi fazer artes plásticas em 1912, todo mundo achou que eu ia morrer de fome) e moro num bairro que hoje é chique mas praticamente nasci aqui e era um bairro de classe média e é o meu bairro. Onde me sinto em casa. Trabalho feito uma moura, isso sim.

3 comentários:

Anônimo disse...

Me explica só a diferença que o teu ex PA vê entre assustadora e intimidadora. É frustrante os homens não saberem lidar com o sucesso feminino. Moistra que eles preferem ter uma mulher burra feito uma porta ao lado para não se sentirem "ameaçados", do que ter uma mulher interessante, de boa conversa e que realmente tem algo a dizer. Ficam "com medinho". Cadê os ornitorrincos, meu Deus??????

Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo disse...

Tenho lido seu blog há algum tempo. Cheguei aqui através do Rafael Galvão, atraido pelo nome do blog. Dito isso, adianto que sou um "ornitorrinco em cativeiro", portanto comentando no post por puro "não tenho nada pra fazer agora".
É estranho que os homens tenham medo de uma mulher independente. Quando eu era um "ornitorrinco selvagem", era esse o tipo de mulher que me despertava a tesão da conquista.
Boa sorte na caçada.