7.11.11

Essa eu tinha que contar


Conversando com uma criatura pela internet. Primeira vez. Ele reclamando que está sozinho porque não encontra mulheres interessantes e inteligentes. Mulheres que saibam escrever. Mulheres que leiam mais de um livro por ano, segundo ele.
Eu digo que leio bem mais que um livro por ano.
Ele diz: Eu amo Paulo Coelho.
Eu: cri.. cri... cri...

Oh, god... a coisa tá feia mesmo.


10 comentários:

Dona Farta disse...

hahahahahahahahahahahahaha

Dá vontade de desistir do Mundo!

Anônimo disse...

.....hahahahahahahaa(risos sem fim), e ainda quer que a mulher leia obviedades, alguns homens são patéticos!

Lari e Dé disse...

não acho um absurdo ele gostar de Paulo Coelho.
Não é nada culto, se foi a impressão que ele quis passar, mas sem ironia, ele tá acima de 80% dos homens por aí que não leem NADA.

Dona Farta disse...

Hoje eu recebi uma cantada por inbox no facebook assim:

"Tenho lido as coisas que você posta e você é engraSSada e inteligente.
Mulheres inteligentes me enXem de teZão".

Qué dizê...

Agora tô aqui, super ofendida, porque, né? Com quais parâmetros de inteligência este SER me comparou, Céus???

(sou capaz de apostar que se eu perguntasse qual o último livro que ele leu, viria um Paulo Coelho na resposta... hehehe)

Ida Lenir disse...

Olha o preconceito, kkkkk Você poderia ter perguntado o que ele lê, além do PC. Se fosse Caras, aí, tava ralado, kkkkkk
Abraço,
http://diariodeumamulherdespeitada.wordpress.com/2011/12/02/bye-bye-badoo/

A Sorte Sorrindo disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Caah disse...

Eu super adoro ler o seu blog, parabéns virei fã um tempão.

Bjs Caah

Alena Cairo disse...

Complicado... não admira a queixa dele. Imagine o universo cultural da figura!

Dalva M. Ferreira disse...

Quando ocorre uma dessas eu sempre lembro da musiquinha:"laranja madura na beira da estrada, tá bichada, zé, ou tem marimbondo no pé". A cultura foi pro brejo faz tempo, e as massas ensandecidas invadiram a internet. Ai se eu te pego...

viajando..... disse...

nem sei como vim parar aqui, mas amei, voltarei.